quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

João Alberto perde a compostura na inauguração da BR-135

O senador João Alberto (PMDB) perdeu a compostura durante a solenidade de inauguração do trecho duplicado da BR-135, no Campo de Periz, na manhã de ontem.
Quando o governador Flávio Dino (PCdoB) começou a discursar, exaltando o benefício da obra, o senador tentou interromper o comunista chamando de “mentiroso” com dedo em riste. “Rompemos aqui o ciclo da falta de estradas, da falta de políticas sociais, da falta de escolas...e rompemos também com a falta de educação”, respondeu Dino.
Ao lado de Alberto estava o ministro do Meio Ambiente Sarney Filho (PV), inquieto, fazia coro aos impropérios do aliado. O peemedebista fez jus ao seu papel de “cão de Sarney”.A cena ocorreu na frente dos ministros Maurício Quintella (Transportes) e Moreira Franco (secretário da Presidência da República), que ficaram envergonhados diante do chilique do senador. Quem esteve no evento resumiu a lamentável postura do parlamentar como desespero.
O governo federal inaugurou hoje (11) a duplicação de um trecho da BR-135, entre a localidade de Estiva e o município de Bacabeira, no Maranhão. Segundo a Secretaria-Geral da Presidência da República, são os últimos 11 quilômetros (km), de um total de 26 km, no único acesso terrestre à capital do estado, que beneficiará mais de 1,5 milhão de pessoas na região metropolitana de São Luís.
A obra faz parte do programa Agora, é Avançar e teve um custo total de R$ 503 milhões. O programa, lançado em novembro do ano passado, retomou mais de 7 mil obras inacabadas. Ao todo serão investidos cerca de R$ 130 bilhões. No Maranhão, são 525 projetos, com previsão de investimento de R$ 1,8 bilhão até o fim de 2018.

Presidente Othelino faz visita de cortesia ao presidente do TJ

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Othelino Neto (PCdoB), fez uma visita de cortesia ao presidente do Tribunal de Justiça, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos,ontem, pela manhã. Os dois conversaram longamente sobre temas relacionados aos dois poderes e outros temas ligados ao Estado.

Othelino Neto destacou a importância da relação harmoniosa e respeitosa entre os dois poderes, cada um dentro do seu papel constitucional, em benefício da sociedade. O presidente da Assembleia destacou também a trajetória do desembargador José Joaquim no Judiciário.
“Muito importante essa relação respeitosa entre os poderes constituídos do Estado: Legislativo, Executivo e Judiciário. Eu costumo dizer e enfatizo sempre que, com essa boa relação, quem ganha é a sociedade. Tenho certeza que ela vai continuar e quem continuará ganhando é o Maranhão”, afirmou Othelino.

Durante a conversa, houve também vários momentos de descontração. Num deles, o presidente da Assembleia lembrou que, quando começou como jornalista, há aproximadamente 20 anos, o primeiro entrevistado foi o próprio José Joaquim Figueiredo, então titular da 2ª Cível da capital. Participaram do encontro também os desembargadores José Jorge Figueiredo dos Anjos, irmão do próprio presidente do TJ, que assume no dia 26, e Jamil Gedeon, além do diretor de Relações Institucionais da Assembleia, ex-deputado Rubens Pereira.

Ao avaliar o encontro, o presidente do TJ elogiou a iniciativa e alertou que todos os poderes têm suas posições, mas a harmonia e isonomia são fundamentais. O desembargador agradeceu ao presidente da Assembleia pelo empenho em ajudar a aprovar o reajuste dos servidores do TJ, no final do ano passado, mesmo nesse momento de crise econômica.

O presidente do TJ convidou Othelino Neto para a aberturo das sessões no Tribunal de Justiça, que retribuiu a deferência e disse que os trabalhos legislativos retomam no dia seis de fevereiro.

“Esse dia foi ímpar. Já recebi o Colégio de Procuradores do Ministério Público e agora o presidente Othelino Neto, a quem tenho o maior respeito. É isso que temos que fazer: estreitar as amizades entre os poderes, respeitando a nossa Constituição”, garantiu do presidente do TJ.

Edwin Jinkings assume Diretoria de Comunicação da Assembleia

O novo diretor de Comunicação da Assembleia, Edwin Jinkings, nomeado pelo presidente da Assembleia, deputado Othelino Neto (PC do B), foi apresentado aos funcionários do Complexo de Comunicação, na manhã desta quinta-feira (10), pelo ex-diretor de Comunicação da Casa, Carlos Alberto Ferreira.

Na oportunidade, Carlos Alberto Ferreira se despediu, agradeceu a colaboração de todos e desejou êxito ao novo diretor de Comunicação da Assembleia. Ao tempo em que, o novo diretor reconheceu o trabalho desenvolvido por Carlos Alberto Ferreira e disse esperar contar com a colaboração de todos na continuidade das tarefas que cabem ser desempenhadas pela Diretoria de Comunicação.


Edwin Jinkings é jornalista, com militância na imprensa local, exerceu a função de Assessor de Imprensa na Secretaria Estado de Meio Ambiente. Também exerceu a função de superintendente de Comunicação da Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP), na gestão de João Castelo; foi secretário de Comunicação das prefeituras de São Luís e de Imperatriz, e por último, foi Diretor de Comunicação do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MA).

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Eleitos do Judiciário anunciam futuras diretorias

O presidente eleito do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, e o corregedor-geral da Justiça eleito, desembargador Marcelo Carvalho Silva, anunciaram hoje, na abertura de sessão plenária administrativa da Corte, a nova composição das diretorias dos órgãos para o biênio 2018-2019.

A nova mesa diretora do Judiciário maranhense, que inclui ainda o desembargador Lourival de Jesus Serejo no cargo de vice-presidente do TJMA, tomará posse no próximo dia 15, em solenidade a ser realizada na Sala das Sessões Plenárias do Tribunal de Justiça.

Na apresentação dos novos diretores, o presidente eleito do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, afirmou que fará uma gestão transparente, com ética e em busca constante pelo aperfeiçoamento da Justiça para garantir uma prestação jurisdicional ágil e eficiente.

A composição do Tribunal de Justiça para o próximo biênio terá Mário Lobão como diretor-geral; Amudsen Bonifácio, diretor financeiro; Socorro Moreira, diretora administrativa; Tyara Oliveira, diretora de Engenharia; Paulo Rocha Neto, diretor de Informática; Denyse Batista, diretora Judiciária; Jurema Mamede, diretora de Controle Interno; Celerita Dinorah, diretora do Fundo Especial de Reaparelhamento e Modernização do Judiciário (Ferj); Mariana Brandão, diretora de Recursos Humanos; e Alexandre Magno, diretor de Segurança Institucional.

Além destes, Liana Gomes será a chefe da Assessoria Jurídica; Antonio Carlos de Oliveira, chefe da Assessoria de Comunicação; e Márcia Banhos, chefe do Cerimonial. O juízes auxiliares da Presidência serão Cristiano Simas (Planejamento), Lidiane Melo (Auxiliar CNJ) e André Bogéa (Precatórios).

Corregedoria 

O corregedor-geral da Justiça eleito para o próximo biênio, desembargador Marcelo Carvalho Silva, também apresentou ao Plenário os nomes dos juízes indicados para atuar na área jurídico-administrativa da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ).

Para os cargos de juízes auxiliares da Corregedoria, foram indicados os magistrados Raimundo Moraes Bogéa (9ª Vara Cível), Gladiston Luis Nascimento Cutrim (auxiliar da Capital), Jaqueline Reis Caracas (2ª Vara de Paço do Lumiar), Maria Francisca Galberto de Galiza (4ª Vara de Família) e Kariny Reis Bogéa Santos (3ª Vara de Santa Inês) – esta para atuar na Coordenadoria do Planejamento Estratégico.
O corregedor-geral eleito indicou ainda os juízes Marcelo Silva Moreira (Bacabal) e Marcelo Amado Libério (Juizado de São José de Ribamar) para os cargos de diretor geral da CGJ e Coordenador dos Juizados Especiais, respectivamente.